Skip to content

Quer participar do Assistência? Saiba como!

Recebemos várias mensagens de moças que pediram para se juntar a nós e para evitar esse congestionamento nas caixas de entrada, páginas e no nosso feedback que desejamos deixar apenas para responder as nossas assistidas, fizemos um Cadastro Reserva!

Vale ressaltar: é para estudantes de direito e advogadas!

1) Como funciona esse Cadastro Reserva?

Simples, através desse formulário, você se cadastra passando as informações necessárias para a atuação no projeto.

2) Tenho previsão para ser chamada?

Provavelmente vamos precisar ter uma nova recontagem, logo, logo, vamos divulgar alguma novidade.

3) Eu ganho alguma coisa com isso?

Claro que sim! Muito amor no coração, milhões de abraços e gratidão eterna!

Brincadeiras à parte, todas sabemos que esse projeto é voluntário, toda ajuda é mais que bem-vinda, principalmente porque ele é só um brotinho que está começando, e o que vem pela frente, nem nós sabemos. A única certeza que temos, é que antes de tudo, estamos fazendo a coisa certa, não só externamente, mais internamente falando, afinal, fazer o bem, que mal tem?

Prováveis objeções que podem persistir durante a resolução do formulário

4) Respondi o formulário, mas estou tão no começo do curso que não sei nem o que fazer, o que eu faço? Posso me inscrever mesmo assim?

Claro que sim! Antes de tudo, estamos aqui para aprender, estamos em constante aprendizado! A princípio, caso você queira participar apenas não deixamos que você preste o atendimento das assistidas a partir das redes sociais e dos e-mails.

Por exemplo, achamos que as disciplinas (Ética Profissional, Direito Penal e Psicologia Jurídica) que são colocadas como pré-requisitos são essenciais para o primeiro contato, já que vamos lidar com mulheres fragilizadas que precisem de todo apoio e confiança do mundo.

5) Sou advogada, mas e a OAB? Como proceder?

Simples, enviamos um Termo de Adesão ao Serviço Voluntariado para todas as inscritas, nele especifica bem bonitinho que esse é um serviço voluntário e estamos aqui para prestar Consultoria Jurídica. O objetivo central deste projeto é encaminhar e auxiliar as mulheres que se encontram em situação de risco e infelizmente não obtêm o acesso imediato a justiça.

6) Sou homem, por que não posso ajudar?

Decidimos deixar o atendimento exclusivamente de mulheres para mulheres. Sabemos que infelizmente grande parte dos agressores são do sexo masculino e da dificuldade de fala e acesso que muitas mulheres têm ao procurar até mesmo as Delegacias Especializadas para realizarem as ocorrências, graças a isso e a uma penca de outros motivos que nos faltam espaço e tempo para escrever, esperamos que vocês compreendam a situação.

Nosso sistema jurídico apesar de todas as suas modificações, ainda é extremamente machista e uma mulher desesperada, com um filho no braço pedindo ajuda já que acabou de ser agredida por um marido advogado que aparente ser completamente íntegro, infelizmente ainda é vista como louca.
Louca por pedir ajuda.
Louca por estar se separando de algo aparentemente sólido, já que briga de marido de mulher se resolve em casa.
Louca por tirar a criança da guarda do pai.
Louca por apenas ser mulher.
Estamos aqui para fazer o que está ao nosso alcance para acabar com esses tabus, com o machismo e de quebra mostrar que nós somos mulheres e somos muito mais que capazes, afinal o seu é o limite.

Todo empoderamento é pouco!

Se você tem mais dúvidas e de quebra se interessou para participar do projeto como consultora jurídica voluntária, só enviar um e-mail com a sua dúvida para:

contatodasconsultoras@gmail.com

Responda o nosso formulário clicando logo abaixo se tiver brotado o interesse em participar do nosso projeto! Caso você já tenha se inscrito anteriormente, envie um e-mail para checarmos se ficou faltando alguma coisa!

Cadastro Reserva (1)

Vamos juntas?

Não esqueça de ler-

O que queremos com o Assistência?

Quem somos?

Be First to Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: